Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

terça-feira, 7 de março de 2017

Governo lança projeto-piloto que otimiza Gestão do Transporte Escolar público no Estado


Software consolidará recursos em um aplicativo disponível via Internet articulado pelo Estado e municípios; Palmeira das Missões se disponibilizou para implementação do programa-piloto

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc/RS) lança projeto-piloto de Gestão do Transporte Escolar, um Software que visa elevar a qualidade do serviço no Estado. A ferramenta foi desenvolvida pelo Governo do Estado por meio de parceria com a MSTECH Educação e Tecnologia S/A com a intenção de trazer para o cotidiano da SEDUC, municípios e terceiros envolvidos, transparência e gestão do Transporte Escolar Público no Rio Grande do Sul. Sabendo da existência do estudo, lideranças de Palmeira das Missões mostraram interesse na aplicabilidade do projeto no município e fecharam parceria com o Departamento de Articulação com os Municípios DAM/SEDUC.
Na sequência, as orientadoras Educacionais da Mstech, Tanise Bittencourt e Catimar Marques Farias, estiveram em Palmeira das Missões, nas últimas semanas do mês de fevereiro, para estudo de zoneamento das linhas transcorridas pelo Transporte Escolar no município. As técnicas trabalharam e buscaram informações e dados no Setor de Informatização (ISE) da 20ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) com a responsável Rosanete Saurin, na Secretaria Municipal de Educação (SME), com o técnico Tiago Guittler e com o coordenador do Transporte no município, Rivelino Lima e ainda realizaram estudos in loco.
De acordo com o diretor do DAM/SEDUC, Itamar Baptista Chagas, o sistema, além de disponibilizar documentos, de modo público, concentra, processa e disporá dados necessários à gestão do transporte escolar pelos municípios e pelo Estado, com a possibilidade de vincular a cada rota de transporte escolar ao veículo, ao condutor, aos alunos transportados, à quilometragem, entre outras facilidades. Dessa forma, é possível o cálculo de custos com veículo, rota, quilômetro, manutenção por veículo, custo aluno por rota e outros. “Com esse propósito, se poderá estabelecer diretrizes claras e transparentes, possibilitando o aprimoramento de ferramenta de gestão, articulado e em regime de colaboração com os municípios”, destacou.
Para Lima o projeto permitirá uma melhor administração da frota dos veículos escolares, manutenção, controle dos itinerários, aprimoramento e melhores condições de transporte aos alunos, visto que com o novo zoneamento, diminuirá o tempo do estudante dentro do carro entre outras vantagens.
A aplicabilidade do projeto deve ocorrer ainda em março, durante o início do ano letivo e articula-se a presença do governador José Ivo Sartori no lançamento oficial do Projeto na região. Nas tratativas entre o município de Palmeira das Missões e o DAM/SEDUC estão o diretor, Itamar Chagas e as assessoras Lisete Link e Fátima Busatto, a coordenadora interina da 20ª CRE, Ana Jossade Félix Vieira, a secretária municipal de Educação, Nirlene Boeri, o secretário do Gabinete de Projetos da prefeitura Gesiel Serra, entre outras lideranças.
Implantação do Software
Oferta heterogênea do transporte escolar no que se refere à gestão e às condições do serviço prestado. Transição para uma gestão profissional atendendo a legislação do transporte escolar nacional e estadual; normatização de critérios de oferta e de uso do transporte; mantem banco de dados atualizado; maior alcance dos recursos públicos relacionados ao transporte escolar; redução de custos operacionais com a otimização das rotas de transporte escolar e contribuirá para o planejamento da rede física educacional. O Sistema é desenvolvido pela latitude e longitude. Ele encontra a escola e já localiza quem são os alunos que necessitam de transporte escolar.
O Programa
As normas, responsabilidades e parâmetros do programa permitirão o direito ao transporte escolar, com qualidade e segurança, enquanto necessidade para o acesso educacional; processos mais racionais e maior economia de recursos; ganho de produtividade decorrente da racionalização normativa e da escala pela adoção de técnicas de trabalho em comum; formação de cultura funcional técnico-administrativa, que favorece a troca de informações e a articulação de ações; maior integração das atividades administrativas e técnico-operacionais pertinentes aos sistemas de transporte escolar; ­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­eliminação de práticas individuais, geralmente orientadas por interesses particulares ou de grupos específicos; melhoria da capacidade de gestão, na medida em que facilita os processos de orientação administrativa e a ação técnico-metodológica.
Apoio à gestão
O Sistema Informatizado de Gestão do Transporte Escolar permitirá a realização de análises oportunas e precisas a respeito dos riscos; formulários de cadastro e de pesquisa do Sistema Municipal do Transporte Escolar, veículos, condutores, monitores, fornecedores, rotas, combustíveis, usuários, instituições e outros; dados de alunos, escolas, e redes, por Coordenadorias Regionais de Educação; sistema de otimização de rotas; legislação, normas de trabalho e de uso do transporte escolar; documentos técnico-metodológicos; relatórios, indicadores, estatísticas e informações gerais do transporte escolar no Estado.

Jô do Carmo – ACS/20CRE/SEDUC

Nenhum comentário:

Postar um comentário