Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Iniciada Força Tarefa de reforma na rede elétrica do Instituto Borges do Canto de Palmeira das Missões

Na ultima semana, escolas da região da 20ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), de Palmeira das Missões (CRE), receberam a visita do Engenheiro Luís Antônio Marcello Senger e do Arquiteto, Felipe Caruso Cunha da Força Tarefa da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), para visitas em algumas escolas que receberam recursos oriundos do Banco Mundial para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), para a realização de obras de reforma e reparos emergenciais e prioritariamente em Palmeira das Missões, no último dia 15, os técnicos visitaram o Instituto de Educação Borges do Canto para se inteirar do processo que trata da reforma da rede elétrica da instituição. Após conheceram a Escola João Goulart (Ciep), a qual foi contemplada com o valor de R$ 120 mil, para obras de reforma, sendo recebidos pela diretora da instituição de ensino Elaine De Carli.
A coordenadora interina, Ana Jossade Félix Vieira, acompanhou o trabalho dos engenheiros, sendo que na Borges do Canto, a equipe foi recebida pela diretora Mara Donatti e as vice-diretoras, Liliane Bernardes e Viviane Freiberger. A direção relatou o trabalho realizado, até o momento, na Escola e apresentou estudos como vistoria e documentação para viabilizar a reforma.
Conforme Senger, a Escola tem mais de 60 anos e não recebeu, nos últimos tempos, projeto de modernização o que evitaria a atual situação. “A Seduc está aqui, justamente para dar celeridade a essa demanda e como é urgente será atendida pela Seduc/Força Tarefa”, disse.
Após, eles conheceram a estrutura física da Escola e orientaram a direção para que proceda a um projeto elétrico novo observando a necessidade ou não de uma subestação de energia, visto que esse está mais ou menos determinada pela RGE. Os engenheiros pediram que a direção priorize um projeto completo, exequível, constando a aprovação pela concessionária e que se busque a contratação de um bom projetista na região para apresentar o preço e conseguir a verba; a partir do projeto definido será feita a licitação de execução e a liberação dos recursos. “A Escola receberá todo o apoio de verba para solucionar logo essa situação”, assinalaram os técnicos.
A direção agradeceu o esforço da coordenadora Ana Jossade, que juntamente com o secretário de projetos do Gabinete da Prefeitura, Gesiel Serra, agilizaram a ação junto à Casa Civil e Secretaria da Educação.
“Estamos felizes por essa visita da Seduc, depois de dois anos, seremos atendido e a comunidade escolar poderá trabalhar normalmente, usufruindo do ar condicionado, laboratório de informática, eletrodomésticos entre outras ações que estavam paradas pela deficiência da energia. Uma grande notícia para iniciarmos o ano letivo”, comemorou a direção.


ACS-20CRE/SEDUC

Nenhum comentário:

Postar um comentário