Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Delegado que ordenou prisão de jornalista é preso por ligação a quadrilha de roubo de cargas

A Operação Financiadora, deflagrada na manhã dessa terça-feira (21) pelo Ministério Público e pela Polícia Civil, prendeu o delegado Omar Abud, da 17ª Delegacia de Polícia Civil, e o Comissário de Polícia aposentado Luiz Armindo de Mello Gonçalves. Os dois são suspeitos de financiar e oferecer proteção a uma quadrilha de receptação e roubo de carga com atuação na região metropolitana. Abud é o delegado que indiciou o jornalista Matheus Chaparini, do Jornal Já, preso enquanto trabalhava na ocupação estudantil da Secretaria da Fazenda (Sefaz), em junho de 2016.

Em coletiva nessa manhã, o Sub-Procurador Institucional de Justiça, Fabiano Dallazen, informou que a operação do Ministério Público começou em novembro do ano passado e atuou em conjunto a Polícia Civil, que já investigava uma quadrilha com atuação em Alvorada, Cachoeirinha e Triunfo. O MP e a Polícia Civil chegaram à quadrilha a partir de uma investigação focada no crime de lavagem de dinheiro, que descobriu que um supermercado em Alvorada estava sendo utilizado para esse fim e era abastecido com cargas roubadas.

A operação foi deflagrada às 6h e prendeu Abud e Gonçalves em suas residências em Porto Alegre. Outras três pessoas também estão sendo investigadas pelo envolvimento com ambos. Também está sendo apurada a relação da quadrilha com uma facção criminosa.

Dallazen salientou que a investigação foi dificultada pela expertise dos policiais em esconder provas. Eles utilizariam as estruturas da Polícia Civil em benefício próprio, mas não há informações de que outros agentes teriam participação do crime. O procurador afirmou que ambos estavam “no topo da quadrilha”.

Durante a operação, foram apreendidos quatro veículos e sequestrados três imóveis que, segundo Dallazen, são indícios de “renda incompatível” com os vencimentos dos agentes. Ambos receberiam parte dos lucros da quadrilha.

Fonte: Sul 21

Nenhum comentário:

Postar um comentário