Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Pesquisa analisa a gestão de pessoas em cooperativas do RS



Os resultados da pesquisa Gestão de Pessoas em Cooperativas do Rio Grande do Sul foram apresentados na III Semana do Conhecimento da Universidade de Passo Fundo (UPF), que ocorreu entre os dias 3 e 7 de outubro. Devido ao impacto econômico e à geração de empregos das cooperativas da região, o trabalho analisou as práticas de gestão de pessoas nessas instituições.
A pesquisa foi coordenada pela Me. Sibeli Paulon Ferronato, professora e pesquisadora em gestão de pessoas, do curso de Administração, com o auxílio dos acadêmicos dos cursos de Administração dos campi Carazinho e Sarandi, e do curso de pós-graduação em Gestão de Negócios em Cooperativas, do campus Soledade.
O acadêmico Mateus Alan Oliveira Cerutti, do curso de Administração/Carazinho, quinto nível, apresentou o resumo expandido no dia 7 de outubro, na sala 203 da Faculdade de Educação (Faed). Conforme o aluno, as cooperativas têm participação forte na economia e na geração de empregos no estado. “A pesquisa foi importante no sentido de aproximar-nos e nos dar ideia das práticas de gestão de pessoas que estão sendo executadas nas cooperativas estudadas, oportunizando a análise e a sugestão de melhorias em determinadas situações", comentou o acadêmico.
Também participaram da apresentação os coautores Amanda Tais Chapuis, Ciara Paranhos Petter, Danieli Portes da Silva e Francieli de Oliveira Agatti. “Num cenário competitivo, as cooperativas vêm se destacando pelo espírito de cooperação com implementação de estratégias e práticas inovadoras nas suas gestões, focando a valorização do capital humano como diferencial competitivo focado no relacionamento entre gestores, funcionários, associados e clientes”, ressaltou a acadêmica do curso de Administração, Campus Sarandi, Francieli de Oliveira Agatti.
Já para a acadêmica da Especialização em Gestão de Negócios em Cooperativas/Soledade, Ciara Paranhos Petter, a pesquisa em sala de aula traz para o aluno a oportunidade da participação efetiva na construção do conhecimento, fazendo com que as trocas de experiências que ocorrem durante a pesquisa oportunizem a reconstrução de seus saberes. “Acredito que a pesquisa facilita o aprendizado dos alunos. A minha experiência no trabalho realizado foi muito gratificante, pois tive a oportunidade de ter trocas significativas de conhecimento na gestão de pessoas em cooperativas, e trago as experiências para minha empresa”, enfatizou a acadêmica.
Além desses alunos, envolveram-se também na pesquisa os acadêmicos Édson Dias de Souza, Gabriela Santos da Costa, Gustavo Gambim Prado, Lairton Petry, Mirian Santana Miranda, Morgana Tais Lassig, Rafael Schneider, Thiana Malena Kruge e Vinício do Amarante.
Na oportunidade, os acadêmicos visitaram a Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis (Feac), o seu diretor, professor Elói Dalla Vecchia, o coordenador de Pesquisa, professor Julcemar Bruno Zilli, e o coordenador do curso de Administração, professor Ricardo Timm Bonsembiante.
Mais informações sobre a pesquisa podem ser obtidas com a professora Sibeli, pelo e-mail: sferronato@upf.br.
A pesquisaNo Rio Grande do Sul, as cooperativas são responsáveis por cerca de 11% do Produto Interno Bruto (PIB). Em 2015, faturou 15,75% a mais do que no ano anterior, alcançando R$ 36,1 bilhões. O índice de associados representa 21,4% do quadro brasileiro, estimando-se que 59,7% da população gaúcha está vinculada a algum ramo de cooperativa. Além disso, possibilita 58,8 mil empregos diretos (Sistema OCERGS-SESCOOP/RS, 2016).
Dentro desse contexto de impacto econômico e geração de empregos das cooperativas na região, surgiu o interesse de analisar as práticas de gestão de pessoas nessas instituições. Por práticas, entende-se: recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, remuneração, saúde, segurança e qualidade de vida no trabalho e monitoramento.
Foram pesquisadas nove cooperativas situadas na região de abrangência dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento do RS (Corede-RS): Alto da Serra do Botucaraí, Alto Jacuí, Produção e Rio da Várzea.
Resultados
No que tange aos resultados em relação à caracterização das cooperativas, em relação ao ramo de atuação, quatro são de crédito, três de agronegócio, uma de produção e uma de infraestrutura.
Em relação ao número de funcionários: três tem abaixo e quatro acima de 500 funcionários. Em relação ao número de unidades: quatro contam com dez e as demais com mais de dez unidades. Em relação ao setor ao qual a gestão de pessoas é vinculada na hierarquia da organização: seis estão vinculados ao setor administrativo/financeiro e três são ligados à direção geral.
A pesquisa evidenciou que as cooperativas praticam ações de gestão de pessoas que visam ao cumprimento da legislação trabalhista e à manutenção dos funcionários, por meio da atração e da seleção, remuneração, saúde, segurança e qualidade de vida no trabalho, além do monitoramento. Entende-se, no entanto, que é necessário maior investimento nas práticas de treinamento e desenvolvimento e de avaliação de desempenho, para que a gestão de pessoas possa ser promovida com excelência, de modo que essa cumpra com a missão a que se propõe.
As cooperativas pesquisadas praticam gestão de pessoas e, nesse contexto, o trabalho às Instituições aplicar uma pesquisa de clima organizacional para identificar a satisfação dos funcionários com essas práticas.
As cooperativas são responsáveis por cerca de 11% do Produto Interno Bruto (PIB) no Rio Grande do Sul

Assessoria de Imprensa
Universidade de Passo Fundo
Fone: 0xx 54 3316 8142 / 3316 8110 / 3316 8138
http://www.upf.br
E-mail: imprensa@upf.br
Passo Fundo – RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário