Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Vem aí mais veneno na sua mesa

Frutas e hortaliças podem ter defensivos liberados.

Está em tramite na Câmara federal um projeto de lei, de autoria do deputado licenciado Antonio Balhmann (Pros-CE), para autorizar os engenheiros agrônomos a receitar defensivos químicos para produtores de frutas e hortaliças. Atualmente, uma legislação de 1989 exige autorização específica para pequenas culturas. A justificativa é que a burocracia faz com que alguns produtores operem na clandestinidade.

A proposta determina que, na falta de um produto específico para uma praga ou doença, o próprio engenheiro agrônomo possa prescrever um defensivo utilizado em outra cultura com características semelhantes, a chamada “espécie representativa”. A alteração seria fundamental, em vista da demora dos órgãos oficiais brasileiros em analisar e registrar novas soluções fitossanitárias.. Definida como “extensão de uso”. Isto na prática, significa que um agrotóxico desenvolvido para a cultura da soja, por exemplo, possa ser também usado em frutas ou hortaliças.

Conforme os autores da proposta o objetivo é incentivar novos mercados. Pois,conforme o IBGE, o Brasil produz cerca 45 milhões de toneladas de frutas por ano, mas apenas 3% são exportados.

Saiba mais sobre este e outros assuntos relacionados acessando nosso blog O AMBIENTALISTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário