Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Perseguição termina com baleado em Passo Fundo

Foto: Sirlei Pazinato / DM
Simulacro de arma de fogo, além de garrafas de cachaça, facas e drogas que seriam arremessados ao Presídio Regional foram apreendidos pela Brigada Militar.

Uma tentativa de arremesso de objetos para dentro dos muros do Presídio Regional de Passo Fundo (PRPF)) terminou com um adolescente apreendido e um rapaz de 20 anos baleado, na tarde desta segunda-feira (02), em Passo Fundo. O fato teve início quando policiais do Núcleo de Policiamento Comunitário (NPC) da Brigada Militar flagraram dois indivíduos efetuando arremessos para dentro dos muros do Presídio Regional de Passo Fundo, no Bairro São Luiz Gonzaga.

Ao perceber a aproximação da viatura, a dupla iniciou uma fuga de motocicleta. Os policiais solicitaram apoio de outras guarnições, e passaram a acompanhar a moto, que seguia em alta velocidade pela Rua Sinimbu. A perseguição seguiu até às margens da BR 285, no Parque Farroupilha, onde os suspeitos caíram ao colidir em uma barra de ferro.

No local, o adolescente de 16 anos que estava no carona se rendeu e foi detido pelos policiais. Já o condutor da moto tentou fugir a pé. Poucos metros depois, na BR, teria sacado uma arma e apontado para as guarnições, momento em que um policial efetuou um disparo, o atingindo na perna.

Após identificação, foi constatado que se tratava de um rapaz de 20 anos, com diversas passagens pela Polícia por crimes como roubo a estabelecimento comercial e tráfico de drogas. Os Bombeiros foram acionados e socorreram o ferido para atendimento no Hospital da Cidade, onde ele permanece sob custódia.

De posse da dupla, a Brigada Militar apreendeu um simulacro de arma de fogo, duas garrafas de cachaça com facas presas a elas por fitas adesivas, e uma pequena quantidade de drogas, que seriam arremessados ao Presídio. A motocicleta Honda/Twister com placas de Passo Fundo, usada pela dupla, estava com o licenciamento vencido, e foi recolhida.

O menor de idade foi apreendido e apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde o caso é registrado. A situação dele deve ser informada ao Ministério Público que decide sobre a liberação ou internação no Case. Nenhum policial ficou ferido na ação.
Fonte: DM

Nenhum comentário:

Postar um comentário