Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

segunda-feira, 14 de março de 2016

Chapecó - Professor universitário morre por dengue hemorrágica

Morreu em Chapecó, a primeira vítima de dengue hemorrágica em Santa Catarina, em 2016. A confirmação foi feita pela assessoria da Unimed. O óbito ocorreu por volta das 12h deste domingo. A Secretaria de Saúde do Estado aguarda o resultado de testes oficiais, que deve ocorrer na próxima terça-feira. Caso seja confirmado, será a primeira vítima fatal pela doença no Estado este ano. Alisson Klam, 37 anos, estava internado no Hospital Regional da cidade, quando após três paradas cardíacas foi transferido nesta madrugada para o hospital daUnimed, onde não resistiu à doença. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde o caso refere-se a dengue autóctone, ou seja, quando a doença foi adquirida no próprio município, diferente do caso importado, quando a pessoa é contaminada em outra cidade. Klam era professor do curso de Administração, da universidade Unochapeco. Em nota divulgada pelas redes sociais a instituição informou o falecimento e decretou o cancelamento das aulas do curso por três dias (14,15 e 16/03). Parentes, amigos e alunos compareceram ao velório na capela funerária Wolf, na rua Marechal Bormann, no bairro Jardim Itália, em Chapecó. O horário do enterro ainda não está definido. Em fevereiro deste ano, com o avanço dos casos de dengue em Chapecó, o prefeito Luciano Buligon decretou situação de emergência no município. No mês passado, Chapecó registrava dez casos de dengue contraídos no município, 12 importados e 73 em investigação. Em Pinhalzinho foram 56 casos confirmados contraídos no local e outros 160 com investigação de origem. Fonte: AU Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário