Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Ministério Público suspendeu o depoimento de Lula pois promotor não tinha legitimidade para analisar o caso

“Querem destruir a imagem do presidente Lula, para destruir nossa capacidade de sonhar,” disse o deputado Marcon Ministério Público suspendeu o depoimento de Lula pois promotor não tinha legitimidade para analisar o caso. Após sair nas capas dos principais jornais do país e render muita especulação na mídia de que o ex- presidente Lula fora indiciado, nesta quarta- feira, 17, o Ministério Público de São Paulo suspendeu o depoimento que Lula prestaria ao promotor Cássio Conserino. O MP acusa o promotor de ter extrapolado suas prerrogativas funcionais, ou seja, não tinha legitimidade para analisar o caso. Além disso, o promotor fez um pré-julgamento ao anunciar à imprensa que indiciaria Lula e sua esposa Marisa antes de ouvi-los, (anunciou em entrevista à Veja), o que é ilegal. De acordo com o deputado Marcon, a justiça deve ser isenta, portanto, não pode assumir um viés partidário, como aconteceu neste caso, cujo único objetivo é destruir a imagem de Lula. Com relação aos fatos pelos quais Lula está sendo investigado, é preciso questioná-los. “Lula desistiu da compra de um apartamento que custava em torno de R$ 180 mil, mas quantos brasileiros adquiriram apartamento nesses valores? Lula foi deputado federal, presidente da República por dois mandatos. Qual o problema em adquirir um imóvel? Fernando Henrique Cardoso tem uma fazenda em Minas Gerais, um apartamento em Paris que custa mais de 2 milhões de dólares, e, no entanto, a imprensa não critica esses fatos. É preciso rever isso, ” criticou Marcon. Visite nosso Blog e fique bem informado CLIQUE AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário