Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Programa Rede Brasil Rural é apresentado no Rio Grande do Sul

Um Grupo de Trabalho (GT) foi formado, nesta quarta-feira (15) para divulgar a Rede Brasil Rural, no sentido de preparar as agroindústrias do RS para fazer parte do programa, além de integrar as iniciativas gaúchas neste propósito. O programa, que está sendo implementado no País pelo  Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA),  é composto por produtores, indústrias, agentes de logística e setor público para dar mais eficiência à cadeia produtiva da agricultura familiar.

A reunião foi coordenada pelo secretário executivo do CDES-RS, Marcelo Danéris, e pelo o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativisimo, Ivar Pavan, reunindo conselheiros da Câmara Temática Economias do Campo, integrantes dos governo do Estado, Federal e da Fiergs. No Rio Grande do Sul, a Rede será apresentada regionalmente nos dias 28, em Pelotas; 29, em Santo Augusto; 1º e 2 de março, em Sarandi e Erechim, respectivamente, informou o ministro adjunto do MDA, Carlos Guedes. 

Ele detalhou o funcionamento e objetivos da proposta, destacando a importância do RS, Estado que reúne o maior número de agricultores familiares, cerca de 400 mil de um total de quatro milhões no País. As agroindústrias devem cadastrar-se no programa para oferecer os produtos. Os desafios como produção em escala, competitividade, formalização de empreendimentos, assistência técnica para os agricultores e agroindústrias foram destacados pelos participantes. 

Uma nova reunião está agendada para março, para dar continuidade a articulação que fortalece os mecanismos de industrialização e comercialização dos produtos da agricultura familiar. O consumidor poderá adquirir produtos com sabores e texturas da biodiversidade brasileira por meio do site do Programa www.rededebrasilrural.mda.gov.br,  em uma plataforma de e-commerce criada pelo MDA e operada pelos Correios. Para os consumidores, o programa será inaugurado em junho, na véspera da Conferência Rio+20, quando ocorrerá a Feira Brasil Rural Contemporâneo no Rio de Janeiro.   
  
Expansão e capacitação O coordenador do Programa Mais Alimento do MDA, Marco Antônio Viana Leite, destacou que o portal será uma ferramenta importante para garantir um novo patamar à toda a cadeia da agroindústria. A posição foi reforçada pelos integrantes do Conselho de Agroindústrias da Fiergs, André Cirne Lima e Marcos Oderich, que destacaram a importância de preparar a indústria de máquinas e equipamentos gaúcha para atender a demanda nacional. O coordenador do Programa de Arranjos Produtivos Locais da Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Sérgio Kapron, adiantou que o Governo lançará, também em março, um programa para incentivar este segmento. 
  
Como funciona A Rede Brasil Rural aproxima segmentos que fortalecem os arranjos produtivos da agricultura familiar brasileira. Por meio do portal, agricultores familiares de todo o Brasil, em suas associações e cooperativas, negociam diretamente com fornecedores e empresas de transporte a compra e a entrega de insumos necessários para qualificar ainda mais a sua produção. 

A pesquisa eficiente e as compras coletivas garantem melhor preço de insumos e matérias-primas e permitem à agricultura familiar reduzir os custos dos produtos, de transporte e de estocagem. 

A Rede Brasil Rural conta com dois ambientes. O primeiro é direcionado a produtores familiares, associações e cooperativas da agricultura familiar, transportadores e fornecedores de insumos, máquinas, equipamentos e implementos agrícolas. O acesso a este ambiente de pesquisa e negócios exige cadastro no portal. 

O segundo ambiente dé público. Ele permite o acesso a editais do Programa Nacional de Alimentação Escolar, ao catálogo de insumos, do catálogo de máquinas, equipamentos e implementos agrícolas financiados pelo Pronaf Mais Alimentos e ao mapa de produção da agricultura familiar em todo o País.

Este ambiente público também possibilita contato direto das agroindústrias familiares com os consumidores, que poderão comprar produtos via site. A plataforma Rede Brasil Rural está aberta para cadastro dos produtores, fornecedores, gestores do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE),e outros agentes envolvidos na cadeia produtiva da agricultura familiar.





Comunitária  97.9 FM
Frederico Westphalen

Nenhum comentário:

Postar um comentário