Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

terça-feira, 16 de agosto de 2011

MORTES NO TRÂNSITO CAI PELA PRIMEIRA VEZ DESDE 2007

Levantamento divulgado nesta segunda-feira pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RS) mostra que o Estado registrou redução em 11% no número de acidentes com morte no primeiro semestre de 2011.

Foram 93 óbitos a menos em relação ao mesmo período do ano passado, o que não ocorria desde 2007. De janeiro a julho deste ano, 770 pessoas morreram em 692 acidentes de trânsito no Estado. Na primeira metade de 2010, foram 863 mortes.

Conforme o levantamento, do total de mortes, 55% envolveram os chamados usuários vulneráveis – ciclistas, idosos e motociclistas. Os acidentes com motocicletas mataram 24% das vítimas, a maioria na faixa dos 18 a 24 anos.

A maioria dos acidentes envolveu colisões. Os atropelamentos também caíram em relação ao ano passado: foram 23%, contra 28% em 2010. Ainda segundo o Detran, 64% dos acidentes com morte ocorreram em rodovias.

Conforme o presidente do Departamento, Alessandro Barcellos, as operações policiais foram responsáveis pela diminuição das vítimas no trânsito. A realização de blitzes paralelas de educação e fiscalização, assim como o envolvimento de diversas instituições governamentais e não-governamentais”, citou. Ele elogiou ainda o sucesso da Operação Balada Segura, que ocorre na Capital e deve ser ampliada para o Interior no segundo semestre.

A Operação Balada Segura, modelo trazido do Rio de Janeiro e implantado desde fevereiro no Rio Grande do Sul, contribuiu para uma redução de 33% nos acidentes com mortes nas madrugadas de sábado e domingo na Capital. Conforme o Detran/RS, na primeira metade de 2010, 42% dos acidentes ocorreram neste período da semana, contra 28% em 2011. Foram dez mortes, no ano passado, contra cinco neste ano. Barcellos destaca a importância desse números na diminuição das estatísticas.

Reportagem completa em http://www.comunitaria.com.br/fw/vernoticia.php?id=826

Rádio Comunitária FM 97.9
Frederico Westphalen
www.comunitaria.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário