Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

sexta-feira, 3 de junho de 2011

PROJETOS DE GERAÇÃO DE ENEGIA DA CRELUZ/ COOGERVA ESTÃO LIBERADOS



Em audiência na capital, a secretária do meio ambiente, Jussara Cony deu parecer favorável aos projetos da Creluz /Coogerva que serão construídos no Rio da Várzea.

Uma comitiva de lideranças regionais e estaduais acompanhou o presidente da Coogerva (Cooperativa de Geração de Energia Rio da Várzea) e do Grupo Creluz Elemar Battisti em audiência na Secretaria do Meio Ambiente (Sema) FEPAM em Porto Alegre, na terça feira dia 31 de maio. A Coogerva é composta pelas cooperativas Creluz, de Pinhal, Cooperluz, de Santa Rosa, Certel, de Teutônia e Coprel, de Ibirubá.
A audiência foi marcada em função de um grupo técnico que defendia que o rio da Várzea e os afluentes do rio Uruguai deveriam ser livres de barramento. Os projetos de construção da CGH Jacinto SA e CGH Aparecida SA da Coogerva são importantes para toda a região, pois, juntas, essas usinas serão responsáveis pela geração de 42MW de energia elétrica. Além disso, durante o pico das obras, serão gerados mais de 1,2 mil empregos e o grupo irá construir uma ponte de 310mts sobre uma das barragens, que irá interligar a região através dos municípios de Rodeio Bonito e Liberato Salzano.
Na abertura da audiência, o presidente da Coogerva e do Grupo Creluz, Elemar Battisti, explicou que, juntas, as cooperativas são responsáveis pelo fornecimento de energia para 130 mil famílias em várias regiões do estado. Battisti também destacou que já foram investidos cerca de 50 milhões de reais nos projetos e que a dimensão dessas usinas estava expressada na grande presença de lideranças regionais que apóiam os projetos. Entre eles, os prefeitos Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), lideranças estaduais, secretários, deputados e, inclusive, representantes do Movimento dos Atingidos Por Barragens(Mab).
A secretária de Meio Ambiente do Estado do Rio Grande do Sul, Jussara Cony, disse que a mobilização das lideranças é caminho certo para a conquista dos objetivos que envolvam as regiões. A secretária destacou, ainda, que devido a sua dimensão e por ter cooperativas premiadas internacionalmente devido aos seus projetos sustentáveis, as usinas da Coogerva não são apenas de interesse da região norte, mas, sim, de todo estado. Cony garantiu que as cooperativas e a comunidade regional podem ficar tranquilas, pois, no que depender da Fepam e da Sema, os projetos estarão liberados para a construção após todas as compensações serem realizadas.
Na oportunidade, a técnica da Fepam, Clarice Glufke, que tem acompanhado mais de perto os projetos, mostrou todo o trabalho já realizado pelas cooperativas e também destacou que a Coogerva sempre cumpriu todas as exigências da Fepam. A técnica ainda elogiou o grupo, frisando que esses são os projetos mais bem propostos e organizados de usinas do rio da Várzea e, por isso, as licenças continuam validadas e não serão suspensas.
O presidente da Amzop, Mauro Olinto Sponchiado, falou em nome dos 42 municípios de abrangência da associação e enfatizou a importância dessas usinas para o desenvolvimento da região. Também explicou que há uma preocupação em todos os municípios da região, pois, esse será o maior investimento já recebido na região norte do estado e irá somar muito para a geração de emprego e renda dos municípios. Além dele, os deputados estaduais, Edegar Pretto e Zilá Breitenbach, destacaram o trabalho social que a Creluz e as cooperativas da Coogerva desenvolvem e de forma essas cooperativada levam uma energia de melhor qualidade para os seus associados.
Representando o Secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, Claudemir Bragagnolo, enfatizou que esses projetos são de extrema importância para o Rio Grande do Sul, devido a sua dimensão e por serem realizados de forma cooperativada. Ele também destacou que com a construção de uma ponte de 310mts, que será doada para o estado, a Coogerva estará contribuindo muito para o desenvolvimento de uma região.
O secretário da Secretaria dos Prefeitos, Afonso Antunes Motta, que liderou a audiência, observou que sempre esteve preocupado em manter as usinas da Coogerva liberadas e salientou que a audiência foi de grande valia devido a agilidade na liberação e a desburocratização do estado, tranquilizando as cooperativas para continuarem os trabalhos para a construção dessas usinas.
A força da Creluz e da região foi expressada com a grande presença de lideranças e autoridades no evento. Além das já citadas acima, participaram representantes das quatro cooperativas que fazem parte dos projetos, o superintendente da Federação das Cooperativas de Energia, Telefonia e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul Fecoergs, José Zordan, os prefeitos e representantes dos municípios de Irai, Ametista do Sul, Rodeio Bonito, Novo Barreiro, Pinhal, Taquaruçu do Sul e Novo Tiradentes. Também participaram, o coordenador da Comissão de Saúde e Meio Ambiente, Davi Stival, o Chefe de Gabinete do Presidente da Fepam, Enilson Gonçalves, o representante do Deputado Ronaldo Santini, Giovani Spilman, e o Secretário Adjunto da Secretaria dos Prefeitos do Rio Grande do Sul, Nelson Grassieli.


Depto. De comunicação da creluz
Postado:
Levi de Oliveira
Coletiva FM
Cristal do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário