Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

quarta-feira, 2 de março de 2011

Movimentos das mulheres Trabalhadoras Realizam ato em Passo Fundo em defesa da vida e no combate ao agrotóxico


Mais uma vez as mulheres organizadas em movimentos sociais voltaram às ruas. Nesse dia 1ª de março na cidade de Passo Fundo cerca de 500 mulheres se reuniram, para discutir e protestar como forma de indignação ao que vem acontecendo com a sociedade. Como forma de reafirmação ao dia 08 de março dia internacional da mulher como um dia de luta, resistência e enfrentamento de todas as formas de violência que oprime as mulheres da classe trabalhadora.
Pela parte da manhã aconteceu um estudo sobre a questão da violência e sua relação com os agrotóxicos com assessorias da professora Doutora em Toxicologia e Saúde da Mulher pela Universidade de São Paulo- USP Mara Regina Martins que colocou os principais fatores e efeitos que o uso de agrotóxico trás a saúde das famílias brasileiras e como forma de indignação na parte da tarde todas em forma de protesto tomaram as ruas de Passo Fundo e em frente ao escritório de uma das principais fabricas de agrotóxicos do Rio Grande do Sul a Syngenta foi realizado um protesto para que diminua esse fator que faz com que cada vez mais apareça novas doenças, logo depois de tomada a frente do escritório da Syngenta, todas se deslocaram até o Ministério Publico Federal onde foi entregue um documento feito pelos movimentos para que haja mais fiscalização por parte das autoridades.
Estiveram presentes no local os movimentos: MMC(movimento de mulheres camponesas), MAB (movimento dos atingidos por barragens), MPA (movimento dos pequenos agricultores), MTP (movimento dos trabalhadores desempregados), MPU (movimento popular urbano).

POSTADO POR:ADRIANA FRIEDRICH
RÁDIO COMUNITÁRIA LIBERDADE FM 104,9
TRÊS PALMEIRAS-RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário