Parceiros do blog - Clique e ajude a manter o blog no ar

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Chama do Carijo será acesa no Monumento aos Maragatinhos

Foto: Priscila Devens/AI
O lenço vermelho e o lenço branco, de maragatos e chimangos, ainda tremulam ao pescoço em Palmeira das Missões. Não mais com sentido político ou simbolizando o acirramento dos ânimos, como em tantas oportunidades, o Rio Grande do Sul foi marcado. Hoje, simbolizam as cores da tradição gaúcha e o reconhecimento social àqueles que ofereceram suas vidas a uma causa, a um proposito que julgavam maior que sua própria existência.

Fato emblemático na história palmeirense ocorreu no dia 04 de junho de 1923, durante a Revolução de 1923, na qual chimangos e maragatos escreveram sua história. Devido os ânimos alterados pela guerra, um grupo de revolucionários (maragatos) liderados pelo Caudilho à pé, Leonel Rocha, intentou  tomar a vila de Palmeira das Missões, a qual estava fortificada. Antevendo este ataque, as forças defensivas haviam se organizado: as forças chimangas estavam em prontidão. Inclusive, as ruas principais da cidade contavam com “minas terrestres”, confeccionadas com latas de querosene cheias de explosivos. Além disso, as tropas legalistas haviam recebido o reforço de contingente com os soldados “provisórios” da Brigada Militar. Neste contexto bélico, a balança pendia para o lado dos chimangos: os revolucionários foram repelidos pelas forças legalistas lideradas pelos chimangos tendo à frente o Coronel Vazulmiro Dutra.

Conta a história, que após uma sangrenta batalha, os revolucionários saíram em desvantagem. Inferiores numericamente e com armamentos precários, os maragatos foram rechaçados. Entre seus mortos, ficaram abandonados no cenário da batalha, três maragatos: dois destes, próximos à sanga do Maragatinho, no atual bairro de mesmo nome.  O terceiro, ficara dentro do perímetro urbano da vila, e, assim, fora retirado de dentro da cidade arrastado na chincha de um cavalo, por João Anselmo, pertencente ao 3º Corpo Provisório da Brigada Militar.

Os desafortunados combatentes caídos, abandonados, foram sepultados em cova rasa nas imediações onde jaziam, provavelmente por pessoas da vizinhança. Mais tarde, um túmulo em alvenaria foi erigido, simbolizando materialmente o local do ocorrido. No decorrer dos anos, populares passaram a visitar o local, acendendo velas. Pedidos de ajuda aos “heróis maragatos” eram feitos e, agradecimentos por possíveis intercessões externados.

O monumento hoje erguido serve de local de visitação como ponto histórico e também para a realização de rituais religiosos. Mais que um símbolo de guerra e morte, o monumento aos Maragatinhos evoca um passado de bravura e coragem. Que os dias atuais sejam também de luta e valentia, não entre chimangos e maragatos, mas sim contra tudo aquilo que inibe o crescimento intelectual, social e econômico de uma comunidade.

Devido a grande importância deste fato histórico, neste ano, a Chama do Carijo será acesa junto ao Monumento aos Magaratinhos, na quinta-feira, dia 25 de maio, às 15h30min. A chama será conduzida em cavalgada organizada pela 17ª Região Tradicionalista, integrando participantes oriundos dos grupos Cavaleiros do Mercosul, de Passo Fundo; Cavaleiros da Província de São Pedro e do Sentinelas dos Pampas, de Carazinho; Cavaleiros do Piquete Raízes da Terra, de Sarandi; Cavaleiros de Chapada e Boi Preto; Cavaleiros do Grupo Unidos na Tradição, de São Miguel do Oeste (CTG Porteira Aberta). A centelha, conduzida desde o Monumento dos Maragatinhos, permanecerá acesa junto à entrada dos pavilhões do Parque de Exposições ao longo das quatro rondas de Carijo.


Obras de referência:
SOARES, Mozart Pereira. Santo Antônio da Palmeira, 2004.
ARDENGHI, Lurdes Grolli. Caboclos, ervateiros e coronéis, 2003.

Colaboração:
Hélio Antônio Ardenghi Boeri

Henrique Pereira Lima
+ Mais Informações ››››››

sábado, 20 de maio de 2017

Assembléia Estadual da ABRAÇO em Pontão

Acontece neste sábado na sede da ASCOPP entidade mantenedora da Rádio Comunitária Pontão a Assembléia da ABRAÇO para discutir a atual conjuntura que vive a Democracia brasileira e as Rádios Comunitárias do Estado do Rio Grande do Sul.
+ Mais Informações ››››››

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Dono do Grupo JBS, Joesley Batista, pediu "desculpas a todos os brasileiros" em carta divulgada nesta quinta-feira

Veja a íntegra da nota enviada por Joesley Batista, dono da JBS:

"Erramos e pedimos desculpas.

Não honramos nossos valores quando tivemos que interagir, em diversos momentos, com o Poder Público brasileiro. E não nos orgulhamos disso.

Nosso espírito empreendedor e a imensa vontade de realizar, quando deparados com um sistema brasileiro que muitas vezes cria dificuldades para vender facilidades, nos levaram a optar por pagamentos indevidos a agentes públicos.

Ainda que nós possamos ter explicações para o que fizemos, não temos justificativas.

Em outros países fora do Brasil, fomos capazes de expandir nossos negócios sem transgredir valores éticos.

Assim construímos um grupo empresarial gerador de mais de 270 mil empregos diretos, com times extraordinários e competentes, que operam 300 fábricas em cinco continentes e oferecem mundialmente produtos de qualidade.

O Brasil mudou, e nós mudamos com ele. Por isso estamos indo além do pedido de desculpas. Assumimos aqui um Compromisso Público de sermos intolerantes e intransigentes com a corrupção.

Assinamos acordos com o Ministério Público. Concordamos em participar de alguns dos mais incisivos mecanismos de investigação existentes e nos colocamos à disposição da Justiça para expor, com clareza, a corrupção das estruturas do Estado brasileiro.

Pedimos desculpas a todos os brasileiros e a todos que decepcionamos, que acreditam e torcem por nós.

Enfrentaremos esse difícil momento com humildade e o superaremos acordando cedo e trabalhando muito.

Joesley Batista"
+ Mais Informações ››››››

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Depois não diga que eu não avisei antes

No Ultimo sábado dia 13 de maio as 21:54 eu avisei que esta semana teríamos uma publicação bombástica.



Aqui esta a bomba


Dono da JBS grava conversa com Michel Temer, diz O Globo


Exatamente às 19h30, uma notícia bombástica abalou o Brasil. O colunista Lauro Jardim revelou, no site do jornal O Globo, que o dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, entregou ao Ministério Público Federal uma gravação feita em março. Nela, Joesley Bastista conta ao presidente Michel Temer que está pagando pelo silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

Segundo o jornal O Globo, os irmãos Joesley e Wesley Batista e outras cinco pessoas estão tentando fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público e apresentaram várias gravações aos procuradores. Em uma conversa gravada, o presidente Michel Temer indica para Joesley o nome do deputado Rodrigo Rocha Loures, do PMDB do Paraná, para resolver, no governo, um assunto da empresa J&F.

Ainda segundo o jornal, em uma gravação feita logo depois, o deputado aparece recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados pelo empresário. Nessa conversa, de acordo com a reportagem do O Globo, Joesley Batista aparece contando a Michel Temer que estava dando a Eduardo Cunha e a Lúcio Funaro, operador do PMDB no esquema da Lava Jato - os dois presos em Curitiba - uma mesada para ficarem calados. Nessa conversa, segundo o jornal, diante da informação, Temer incentivou: "Tem que manter isso, viu?".

O jornal O Globo mostrou que, pela primeira vez na Operação Lava Jato, foram feitas ações controladas. Sete no total, para a obtenção de provas em flagrante.

Segundo o jornal, tudo foi combinado com a Polícia Federal. Os diálogos e as entregas de dinheiro foram filmadas pela PF. Além disso, a reportagem mostra que as cédulas tinham os números de série informados aos procuradores para ficar mais fácil o rastreamento. E as malas e as mochilas usadas para a entrega da propina estavam com chips.

Apenas nessas ações chamadas de controladas foram distribuídos R$ 3 milhões em propina durante o mês de abril. As primeiras conversas para o acordo da delação premiada começaram em março e os depoimentos terminaram na semana passada.

Os sete delatores acertaram o pagamento de R$ 225 milhões em multa. Eles não vão ficar presos nem vão usar tornozeleiras eletrônicas.
Fonte: O Globo

+ Mais Informações ››››››

Tênis de Mesa marca a abertura da fase municipal dos Jergs 2017

Nesta terça-feira, 16, teve início em Palmeira das Missões, a abertura da Fase Municipal dos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul (Jergs/2017), com disputas na modalidade Tênis de Mesa. A atividade aconteceu na Loja Camarão Eletro Bike e contou com a participação dos alunos das Escolas Estaduais Vila Velha, Carimela Bastos, Cacique Neenguiru e Colégio Três Mártires.

A responsável pela pasta na 20ªCRE, Vivian Oliveira, deu as boas-vindas aos atletas e convidados e abordou a relevância do esporte, da atividade física e do lazer nas diferentes áreas educativas no âmbito escolar e fora dele. “O esporte contribui para o respeito, companheirismo, disciplina, colaboração, integração e formação do indivíduo na sociedade”.

Ainda a coordenadora pedagógica, Jussara Maria Koch Vieira, enfatizou a relevância do Tênis de Mesa que neste ano retornou aos jogos. “Essa modalidade traz inúmeros benefícios aos seus praticantes. Ela é considerada uma das mais completas por desenvolver intensamente a capacidade física e mental dos seus atletas”.

A etapa municipal dos Jergs está sob a coordenação da 20ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), juntamente com as Secretarias Municipais de Educação (SME) e de Esporte e Lazer. Os classificados seguem para a fase de Coordenadoria. Os organizadores agradeceram o Senhor Carlos Emir Oliveira pela cedência do espaço e condução dos jogos juntamente com os árbitros Cesar Damiani e Jason Campos.

Vencedores Tênis de Mesa:
Infantil feminino
1º lugar: Fabiola Gabbi Souza - Escola Carimela Bastos
2º lugar: Helen Rosseto - Escola Cacique Neenguiru
3º lugar: Bianca Bueno - Escola Cacique Neenguiru

Infantil masculino
1º lugar: Guilherme Rauch – Colégio Três Mártires
2º lugar: Pedro de Souza - Escola Cacique Neenguiru
3º lugar: Tiago Rosseto - Escola Cacique Neenguiru

Juvenil feminino
1º lugar: Adriane Damiani do Amaral - Escola Vila Velha

Juvenil masculino
1º lugar: Juliano Damiani – Colégio Três Mártires
2º lugar: Renan Remor Oliveira - Colégio Três Mártires
3º lugar: Vitor Moraes - Escola Carimela Bastos

As próximas etapas da fase municipal ocorrem dia 17 com Futsal Juvenil Masculino e Feminino; dia 18, com Futsal Infantil Masculino e Feminino e dia 19 com Basquete Infantil e Juvenil Masculino e Feminino. Todas as disputas ocorrem no Ginásio Crispim Miranda Filho, no Parque de Exposições do município.

JERGS 2017
A 47ª edição dos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul (Jergs) ocorre de março a novembro de 2017. Os jogos são divididos em cinco fases: Municipal, Coordenadoria, Regional, Estadual e Seletiva para os Jogos Escolares da Juventude, etapa de âmbito nacional. As disputas ocorrem nas categorias Infantil (11 a 14 anos) e Juvenil (15 a 17 anos).
Além das modalidades de Atletismo, Basquetebol, Xadrez, Futsal, Handebol e Voleibol, a edição 2017 ainda conta com o Tênis de Mesa. Outro avanço foi a inclusão de alunos com deficiência nas provas de atletismo.
Os JERGS são promovidos pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), através da Assessoria de Esporte Educacional da Coordenação de Gestão da Aprendizagem do Departamento Pedagógico e executados pelas Coordenadorias Regionais de Educação, em parceria com as Prefeituras Municipais e comunidade escolar gaúcha.

Conforme a Seduc a previsão para 2017 é investir R$ 4 milhões nos jogos, com recursos da Lei Pelé - receita oriunda das Loterias cuja parcela de 10% é investida em desporto escolar.
+ Mais Informações ››››››

Estudantes do TST do CESURG realizam visita-técnica a Finger Móveis Planejados

Na visita técnica, estudantes conheceram o processo de produção da indústria

Os estudantes do Curso Técnico em Segurança do Trabalho (TST) do CESURG acompanham e verificam as condições do trabalhador. Com o auxílio de diversas tecnologias, esse exercício está ligado à disciplina de Ergonomia. Buscando conhecer como ocorrem os processos de produção em uma indústria, os alunos realizaram uma visita-técnica a Finger Móveis Planejados, em Sarandi, acompanhados pelo professor Ricardo Junior Denti. A atividade ocorreu na última quarta-feira, dia 10 de maio.

Guiada pela designer Renata Tonin, suporte em treinamento e venda da Finger, a visita foi segmentada em três etapas. Iniciou com a apresentação do histórico, organograma, processos de funcionamento e execução dos pedidos. Na sequência, os estudantes realizaram uma visita ao showroom da empresa e o roteiro foi encerrado com a visita à fábrica.

Segundo o professor Junior Denti, a atividade possibilitou que os alunos tenham maior proximidade com o processo de produção, além do conhecimento sobre as práticas adotadas pela empresa. O docente também destaca a importância em aliar a teoria e a prática para a formação dos profissionais. “Futuramente, esses estudantes serão os responsáveis pela saúde dos trabalhadores nos mais diversos setores em que atuarão. É essencial que tenham um olhar crítico para buscarem a tríade de conforto, eficiência e segurança”, afirma Denti.

A Finger Móveis Planejados conta atualmente com mais de 250 funcionários atuando diretamente na fábrica, e abriu as portas para que os futuros técnicos em segurança do trabalho pudessem esclarecer dúvidas relacionadas aos processos de produção, oportunizando também aos colaboradores uma nova perspectiva sobre a empresa, como a estudante do Curso de TST Elisiane Oliveira de Lima, também funcionária da Finger, que frisou a relevância em participar de visitas-técnicas nas indústrias de Sarandi. “Essas visitas possibilitam que tenhamos conhecimento de como a empresa é, como ela funciona em seus diversos setores, para termos uma visão ampla e analisarmos esse processo”, comenta.



Assessoria de Comunicação CESURG
+ Mais Informações ››››››

quinta-feira, 11 de maio de 2017

TAÇA COTRISAL 60 ANOS - Convite Jogos em Liberato Salzano


+ Mais Informações ››››››

Professora Ana Jossade é designada para a função de coordenadora da 20ªCRE



O nome da professora Ana Jossade Félix Vieira foi oficializado para o cargo de coordenadora da Educação da 20ª Coordenadoria Regional de Educação, de Palmeira das Missões. Ela atuava como adjunta desde abril de 2016 e passou a ocupar o cargo, interinamente, com o pedido de dispensa da então coordenadora, Ana Possebon Perusso, em 02 de janeiro do corrente ano.

Formada em Pedagogia – Supervisão Escolar- pela Universidade de Passo Fundo (UPF), Ana Jossade, já foi coordenadora da 20ªCRE, em 1998 e secretária municipal de Educação do município de Palmeira das Missões, no período de 2001 a 2004. Pós-graduada em Fundamentos da Educação pela UPF, ela foi professora do Curso Normal e vice-diretora do Instituto Estadual de Educação Borges do Canto, de Palmeira das Missões, professora auxiliar nos cursos de Pedagogia e Ciências Físicas Biológicas na UPF – Campus Palmeira das Missões de 1986 a 1997. Na 20ªCRE, entre outras funções, também exerceu o cargo de Chefia Pedagógica.

Como coordenadora adjunta assumiu a professora aposentada Laerta Gomes de Souza. Formada em Técnicas Comerciais pela Unijui e em Geografia pela URI/FW, Laerta já ocupou a função de coordenadora-adjunta da 20ª CRE e diretora de escola nas redes estadual e municipal de Ensino.

Em Sua fala, Ana destacou que a prioridade é a Educação pública de qualidade. “O nosso foco é a Educação. Vamos juntos todos os setores da 20ª CRE e as equipes diretivas de nossas escolas trabalhar para atingirmos resultados satisfatórios”.

A 20ª Coordenadoria de Educação em sua abrangência atende 28 municípios das regiões do Rio da Várzea e Médio Alto Uruguai e tem uma estrutura que conta com 89 Escolas e dois Núcleos de Educação. Entre as atribuições do órgão estão coordenar, orientar e supervisionar as escolas da rede pública estadual, oferecendo suporte administrativo e pedagógico. Além disso, são responsáveis pela integração entre alunos, famílias e a comunidade. Por representar a Secretaria Estadual na área de sua jurisdição, é também responsável pela contratação de pessoal qualificado para atuar nas escolas e a gestão de seus recursos financeiros e de infraestrutura.


Crédito: Jô do Carmo/ACS
+ Mais Informações ››››››

Manipuladores de Alimentos do Município recebem capacitação



As manipuladoras de alimentos que atuam nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e Escolas de Ensino Fundamental (EMEFs) de Palmeira das Missões participaram recentemente de uma capacitação sobre os Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs). A atividade, que ocorreu na videoteca do Centro Cultural, foi desenvolvida pelas estagiárias do curso de Nutrição do campus da UFSM Bárbara Pontes e Renata Damaceno, supervisionadas pela professora Vanessa Ramos Kirsten e pela nutricionista da Secretaria Municipal de Educação Juliana Dal Forno Marques, responsável pela Alimentação Escolar do município.

A capacitação foi desenvolvida com intuito de orientar as manipuladoras de alimentos de como utilizarem e implantarem os POPs durante suas atividades. Estas formações são fundamentais para garantir a qualidade higiênico-sanitária durante todo processo produtivo da merenda escolar, garantindo qualidade das refeições oferecidas para as crianças nas escolas e evitando a ocorrência de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTAs). A capacitação também teve o objetivo de desenvolver o senso crítico e promover debates para que a implementação seja a melhor possível.

Os Procedimentos Operacionais Padronizados são documentos que descrevem a forma correta de executar diversas atividades, por exemplo, a maneira correta de higienizar equipamentos e utensílios. O POP destaca as etapas da tarefa, os responsáveis por fazê-la, os materiais necessários e a frequência com que deve ser feito. Todos os Serviços de Alimentação devem dispor desta documentação conforme legislação.

PriscilaDevens/AI
+ Mais Informações ››››››

Coleta Seletiva - Município alerta sobre irregularidades no descarte de lixo

A Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente alerta a população de Palmeira das Missões que mora na área compreendida pela coleta seletiva do lixo para alguns detalhes que não estão sendo cumpridos. As principais queixas referem-se a não separação correta do lixo e o uso indevido dos contêineres, com depósito de entulhos, o que é proibido. O descarte de entulhos, seja resíduo de construção ou da poda de árvores é de responsabilidade do morador, sem contar que o depósito deste material pode danificar o container, quebrando-o.

Além disso, nas áreas que possuem os contêineres, a empresa que realiza a coleta tem observado que os moradores estão depositando o lixo no local errado, lembrando que o contêiner amarelo é para o lixo seco e o contêiner marrom para lixo orgânico. Outra situação é o depósito de lixo solto, sem as sacolas, o que também é errado. O lixo deve estar corretamente separado e condicionado em sacolas plásticas.

Previsão é ampliar a coleta seletiva em toda a cidade

A coleta seletiva do lixo foi implementada no município em julho de 2016 na área central da cidade, bairros Umbu e Solar das Missões. Nestes locais a coleta é realizada todos os dias, sendo recolhido o lixo seco nas segundas, quartas e sextas-feiras e o lixo orgânico nas terças, quintas, sábados e domingos. Em caso de dúvidas e denúncias de irregularidades o morador pode entrar em contato com a Simpex, empresa que realiza a coleta, pelo 0800 649 0609.

A previsão da Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente é ampliar a coleta seletiva para toda a cidade no mês de junho de 2017. Sendo assim, a partir desta data, nas ruas em que a coleta passa apenas nas segundas, quartas e sextas, o morador deverá depositar na lixeira o lixo seco apenas nas quartas e o lixo orgânico nas segundas e sextas. Nas ruas em que a coleta passa todas as terças, quintas e sábados, o morador deverá descartar o lixo seco apenas nas quintas-feiras e o lixo orgânico nas terças e sábados.

Lembre-se como separar seu lixo?

No lixo seco deve-se descartar papel, plásticos, metais e vidros - desde que devidamente acondicionados, sem oferecer riscos ao trabalhador que recolhe o lixo. Lembrando que não é necessário separar por categorias, por exemplo, uma lixeira para papel, outra para metais, entre outros. Todos os materiais recicláveis podem estar dentro da mesma lixeira.

O lixo orgânico é destinado para restos de alimentos, erva-mate, filtros e borras de café e chá, considerados lixo unido. Enquadram-se como lixo orgânico os rejeitos, que são papel higiênico, fraldas descartáveis, esponjas, papel carbono, guardanapos, fitas e etiquetas adesivas.
+ Mais Informações ››››››

IEJE-RS REALIZA ENCONTRO DE ESTUDOS EM PALMEIRA DAS MISSÕES COM TEMAS RELEVANTES AO PRODUTOR RURAL

O Instituto de Estudos Jurídico-Empresariais (IEJE-RS) propõe uma manhã de debates com palestras sobre temas relevantes para produtores rurais, advogados e comunidade em geral, na cidade de Palmeira das Missões. O Encontro de Estudos, organizado localmente pela Dra. Auni Teresinha da Silva Soares, acontece na próxima sexta-feira, dia 12 de maio, das 8h30min às 12h, no Auditório da Câmara dos Vereadores, Rua Major Novais, 1.000.

A partir das 8h30min, os convidados serão recepcionados e, logo, terão como palestrante o Dr. Wilson Barufaldi, advogado nas áreas de direito empresarial, contratual e agrário, abordando “Planejamento Patrimonial e Sucessão Familiar no Agronegócio”.

Na sequência, o Juiz de Direito da 2ª Vara Cível e Diretor do Foro de Palmeira das Missões, Dr. Luiz Clóvis Machado da Rocha Júnior, vai palestrar sobre “Meios Executórios e a Efetividade da Prestação Jurisdicional”.

Para encerrar o Encontro, o Dr. Cristiano Roesler Barufaldi, advogado, Mestre em Direito Tributário pela UFRGS, abordará os desdobramentos do “Funrural e os impactos da Decisão do STF para o produtor rural”.

O evento é gratuito e aberto ao público. A presença pode ser confirmada pelo telefone (55) 3742-6886 ou pelo e-mail iejers@iejers.com.br. Ao final do evento, haverá um almoço, por adesão, no Restaurante do Miltinho (Rua Mal. Floriano, 574).

SOBRE O IEJE-RS:

O IEJE foi fundado há 15 anos e é constituído por Bacharéis em Ciências Jurídicas e Sociais e em Ciências Contábeis interessados no estudo de temas jurídicos ligados à atividade empresarial. A iniciativa surgiu de um grupo de advogados e contabilistas gaúchos que identificou a necessidade de aprofundar a discussão sobre temas jurídicos pertinentes à área empresarial e, ainda, oportunizar o desenvolvimento pessoal por meio da abordagem de assuntos referentes à qualidade de vida. O Instituto, que atualmente é presidido pelo advogado Dr. Luís Fernando Roesler Barufaldi, já realizou mais de cem encontros que oportunizaram o aperfeiçoamento profissional e o intercâmbio de experiências, além de inúmeras parcerias.
+ Mais Informações ››››››

Presidente do TCE-RS participa de reunião sobre a LDO 2018

Na manhã desta quarta-feira, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), conselheiro Marco Peixoto, participou de uma reunião com o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori e os chefes dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública. O assunto tratado foi a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2018.

A LDO 2018 deverá ser enviada à Assembleia Legislativa até a próxima segunda-feira (15), e propõe a correção de 3% vegetativo para pessoal e de 0% em custeio para todos os Poderes e Instituições.

A proposta foi um acordo entre os Poderes e Instituições, explicou o governador José Ivo Sartori. "Com muito diálogo, por meio de muitas reuniões, conseguimos chegar hoje a esse consenso, que vale para todos os poderes, de forma dialogada", afirmou.

De acordo com o presidente da Assembleia, deputado Edegar Pretto, o Legislativo deverá votar a proposta até o dia 15 de julho.

LDO

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) compreende as metas e prioridades da administração pública estadual, contidas no Plano Plurianual, para o exercício financeiro do ano seguinte.

Além de orientar a elaboração dos orçamentos anuais, a LDO dispõe sobre alterações na legislação tributária e estabelece a política tarifária das empresas da administração indireta e a de aplicação das agências financeiras oficiais de fomento.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Palácio Piratini
+ Mais Informações ››››››

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Startups é tema de palestra em Palmeira das Missões na próxima terça

A importância das startups como geração de negócios será o tema de uma palestra promovida pela 20ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), de Palmeira das Missões, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Empregos e a Associação Comercial Agroindustrial e Serviço (ACAIP). A atividade ocorrerá na Câmara de Vereadores, de Palmeira das Missões, com início previsto para as 20h.

Aberta à comunidade regional, a iniciativa reunirá empresários, sindicatos, comerciários, gestores públicos, universitários, alunos e professores dos cursos técnicos das escolas estaduais da região. Será palestrante Diego Alex Gazaro dos Santos, doutorando em administração pela UFRGS. O conferencista tem experiência na área de administração, com ênfase em Empreendedorismo e Inovação, atuando em temas como ecossistemas, empreendedorismo, startups, comportamento empreendedor, economia digital, economia, criativa e gestão de inovação, sendo bolsista no Parque Científico e Tecnológico da UFRGS.

O termo startup sempre esteve ligado ao ato de criação de uma empresa e a sua colocação em funcionamento, porém, na época denominada de “bolha da Internet”, entre os anos de 1996 e 2001, é que o termo startup começou a ser utilizado para denominar um grupo de pessoas trabalhando na implementação de uma ideia diferenciada que poderia gerar um bom dinheiro.

Na quarta-feira, 10, a partir das 8h30min e adentrando à tarde, o tema será trabalhado com os professores das Escolas Técnicas Estaduais da abrangência da 20ªCRE. Eles se reúnem com o conferencista Diego na Escola Estadual Técnica Celeste Gobbato.

Assessoria 20ª CRE
+ Mais Informações ››››››